Creche
Particularidades
  • Idade: 4 - 36 meses
  • Crianças por sala: 8 / 14 / 18
  • Horário: 07h30 - 19h30
  • Transporte: A partir dos 24 meses
  • Almoço: Incluído
  • Lanche: Incluído
  • Equipa: (1) Educadora | (1) Auxiliar

O Amanhã da Criança possui a valência de Berçário e Creche, com capacidade para receber, no total, 75 bebés.


O Berçário dispõe de duas salas (8 crianças/sala) e recebe bebés dos 4 aos 12 meses.


A Creche dispõe de quatro salas, sendo que duas pertencem aos bebés dos 12 aos 24 meses (14 crianças/sala) e as outras duas aos bebés dos 24 aos 36 meses (uma com 14 crianças na sala e outra com 18 crianças).


Horário:

De segunda a sexta, entre as 07h30 e as 19h30.

Encerra nos feriados, Dia de Carnaval e Dia de S. João.

O Amanhã da Criança funciona durante os 12 meses, com obrigatoriedade das crianças se ausentarem por um período de 22 dias, a escolher pelos pais.

Nota: Só são efetuadas inscrições de crianças já nascidas.


Atividades extracurriculares:

Dos 12 aos 24 meses: Expressão Musical.

Dos 24 aos 36 meses: Ballet, Dança Criativa, Expressão Musical e Ginástica.

Inclui:

- Alimentação (exceto produtos não incluídos na lista de produtos alimentares específicos, fornecidos pela Instituição);

- Acompanhamento técnico e pedagógico da criança das 09h às 17h;

- Seguro;

- Transporte para atividades extracurriculares realizadas no exterior e visitas de estudo, desde que seja com o nosso autocarro, se houver disponibilidade.


Não inclui:

- Leite (Berçário);

- Sopa (Berçário, até terem feito toda a introdução dos alimentos);

- Produtos de higiene pessoal da criança;

- Uniformes;

- Serviços técnicos de apoio especializado;

- Atividades Extracurriculares;

- Transporte ao domicílio.


Mensalidade:

O cálculo da mensalidade é efetuado através da seguinte fórmula:

RC = (RAF/12–D) / N


Em que (RC) representa o rendimento per capita, (RAF) o rendimento (anual ou anualizado) do agregado familiar, (D) as despesas mensais fixas (valor da renda de casa/empréstimo e/ou despesas com medicação de doença crónica devidamente comprovada) e (N) o número de elementos do agregado familiar.


Se quiser uma simulação, entregue, por favor, na secretaria, os seguintes documentos:

- Folha do vencimento atual (3 últimos recibos)

- Amortização ou renda da casa

- IRS mais atual


Pode também enviar um e-mail para eliana@acrianca.pt com todos os documentos e pedir que seja efetuada a simulação da mensalidade.

A Creche é uma valência de cuidado e educação, onde educar é pensar a criança como um ser importante e único (Portugal, 1998). Assim, é importante que os serviços que acolhem crianças pequenas “se apoiem sobre dados científicos respeitantes às suas necessidades, (...) ao nível do desenvolvimento físico mas também sensoriomotor, cognitivo, linguístico e, muito especialmente, socio emocional” (Portugal, 1998:197). Neste sentido, a intervenção educativa com as crianças da Creche tem por principais objetivos:


1 - Proporcionar o bem-estar e desenvolvimento integral da criança num clima de segurança afetiva e física, durante o afastamento parcial do seu meio familiar através de um atendimento individualizado;

2 - Colaborar estreitamente com a família numa partilha de cuidados e responsabilidades em todo o processo evolutivo das crianças;

3 - Colaborar de forma eficaz no despiste precoce de qualquer inadaptação ou deficiência assegurando o seu encaminhamento adequado;

4 - Estimular o desenvolvimento global da criança no respeito pelas suas características individuais, incutindo comportamentos que favoreçam aprendizagens significativas e diferenciadas;

5 - Desenvolver a expressão e comunicação através de linguagens múltiplas como meio de relação, de informação e de compreensão do mundo.

A intencionalidade do nosso processo educativo assenta na participação da criança no planeamento, na ação e na avaliação, o que lhe permite desenvolver competências de iniciativa e de autonomia, numa diversidade de benefícios e aprendizagens significativas. Neste sentido, considera-se que a criança desempenha um papel ativo na construção do seu desenvolvimento e aprendizagem. (Ministério da Educação, 1997). Tendo como suporte curricular a metodologia High/Scope, as crianças são incentivadas a descobrir o mundo ao seu redor explorando e jogando, pois “aprendem com todo o seu corpo e todos os seus sentidos” (Post e Hohmann, 2004:23) em situações como: ouvir, agitar, rebolar, gatinhar, escalar, baloiçar, saltar, descansar, comer, fazer barulho, agarrar, deixar cair coisas, sujar, etc. Deste modo, as crianças, através de um processo de aprendizagem ativa e de uma didática de aprendizagem pela descoberta, estruturam e atribuem significado às suas experiências, promovendo a sua confiança e o seu desenvolvimento. Esta abordagem tem como base a “roda da aprendizagem” High-Scope onde os cinco princípios orientadores (observação da criança, interação facilitadora adulto-criança, ambiente físico, horários, rotinas e aprendizagem ativa) e a relação educador/família, possibilitam a planificação individualizada que guiam o trabalho da equipa pedagógica, que compreende os seguintes serviços:


- Propostas Educativas de acordo com o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI);

- Cuidados de higiene e conforto pessoal;

- Alimentação;

- Atividades extracurriculares;

- Apoio psicossocial;

- Serviço de pediatria e enfermagem;


Neste âmbito, a Creche enche de sentido a vida da criança, oferece-lhe um ambiente de experiência, para ela construir a sua identidade e tornar-se o que realmente pode ser.

A avaliação caracteriza-se como um processo contínuo, permitindo ao educador, através de um processo de observação, de registo e de outras formas de documentação, melhorar a qualidade dos contextos educativos e compreender o processo de desenvolvimento da criança. Assim, avaliar as aprendizagens das crianças, por meio da utilização de documentação pedagógica permite estabelecer uma comunicação com os pais, envolvendo-os no processo educativo dos filhos.


Neste sentido, o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), documento formal, permite ao educador organizar, operacionalizar e integrar todas as respostas às necessidades e expetativas da criança e da sua família. O Plano Individual é avaliado e revisto sempre que necessário e, no mínimo, duas vezes por cada período a que se reporta, através do envolvimento de todos os interlocutores internos ou externos (educadores de infância, ajudantes de ação educativa, família, outros colaboradores), tendo em consideração a faixa etária e o respetivo ritmo individual do desenvolvimento da criança.

- Serviços Administrativos: 229 783 190

- Receção: 220 998 342

- Coordenadora Pedagógica: 220 996 688